Impostos,

Como Fazer o IRS 2020? Declarar ganhos na Bolsa, Dividendos, CFDs e Forex

Como Fazer IRS 2020

Dicas sobre como fazer o IRS 2020. Tens de entregar entre 1 de abril e 30 de junho de 2021. Como declarar investimentos na Bolsa, Dividendos, Opções, CFDs, Forex, Criptomoedas, Depósitos a Prazo, Crowdfunding e PPR. Segue os passos. Entrega agora o IRS!

Sem qualquer sombra de dúvidas, esta é a altura do ano mais odiada pelos investidores, não só em Portugal, mas em todo o mundo. Declarar os ganhos ou perdas é um processo complicado, sobretudo para quem está a fazer isto pela primeira vez. Preencher a declaração de IRS é um autêntico quebra-cabeças e basta um erro, para resultar uma grande diferença. Além da falta de informação por parte da Autoridade Tributária, existem campos que podem suscitar dúvidas no momento de preencher. Por isso, neste artigo podes encontrar um dos guias mais completos de IRS para investidores.

Tens de 1 de abril a 30 de junho de 2021 para entregar o IRS 2020!

Para ajudar os leitores do blog Investir na Bolsa a preencher o IRS, para os vários investimentos que falei no blog nestes últimos anos ou produtos financeiros cada vez mais populares, decidi criar este guia completo e grátis. Neste artigo podes encontrar vários exemplos, sobre como fazer o IRS para declarar ganhos e perdas na Bolsa de Valores, Opções, CFDs, Forex, PPR, Crowdfunding e em Criptomoedas. Estes passos vão te ajudar a tirar as dúvidas mais frequentes. Caso tenhas dúvidas, deves falar com um Contabilista. Não te esqueças de partilhar este artigo!

DISCLAIMER: Este conteúdo foi publicado para fins educacionais. Pode conter vários erros. Não pode ser considerado como aconselhamento ou uma recomendação.

Em caso de dúvidas, deves consultar um Contabilista!

Como Fazer o IRS em 2021? Inclui vários exemplos!

Devido ás várias mensagens que continuo a receber sobre “como fazer o irs” ou “como declarar os ganhos na Bolsa”, decidi publicar novamente este artigo. Depois do sucesso que foram os artigos do IRS 2016, IRS 2017, IRS 2018 e como preencher o IRS 2019, desta vez apresento a versão para o IRS 2020. Inclui novas alterações, mais conteúdo e a explicação sobre alguns temas que estão a gerar confusão.

Este é o artigo online mais completo que podes encontrar sobre como declarar os ganhos na Bolsa de Valores, em forex, em opções de ações e ETFs (não confundir com opções binárias), em plataformas de crowdfunding (Raize, Housers, Bondora, Mintos, etc) e em criptomoedas (Bitcoin, Ethereum, Litecoin, Ripple, etc). Este artigo tornou-se tão popular, que muitos sites, blog ou vídeos no youtube copiaram os passos indicados.

Em caso de dúvidas consulta um Contabilista!

Se és novo a fazer o IRS, tem cuidado para não fazer confusão. A declaração do IRS preenchida em 2021, é o IRS 2020, porque diz respeito ao ano de 2020.

Uma das coisas que todas as pessoas têm de fazer, é o IRS. Ninguém escapa. Podes fazer por ti mesmo ou pagar a um Contabilista, mas todas as pessoas são obrigadas a fazer. Por isso, aprende como fazer o IRS, para que nos próximos anos seja mais fácil.

Infelizmente, todo este processo poderia ser mais simples. Devia bastar exportar um ficheiro em excel do site corretora e carregar na Declaração do IRS.

Apesar de parecer contraditório, ao pagar impostos é bom, porque significa que estás a ganhar dinheiro. Isto não deve ser um impedimento.

Uma pesquisa no Google por “como declarar investimentos na bolsa“, “como fazer irs 2020“, “declarar irs degiro“, “declarar lucros bolsa irs 2020“, “declarar irs xtb”, “declarar irs ppr”,,“declarar investimentos raize“, “declarar forex irs“, entre outras palavras-chave, vais mostrar dezenas de páginas ou fóruns onde pessoas partilham coisas totalmente erradas.

Tem cuidado.

Confias em quem investe dinheiro há vários anos ou num site / fórum onde ainda ficas com mais dúvidas?

Digo isto, porque já vi muitas explicações erradas. Não sou contabilista, mas também não comecei ontem. É com cada coisa absurda, que até fico espantado.

Hoje em dia é fácil conseguir um Contabilista ou ajuda para preencher o IRS. A maior parte das Juntas de Freguesias costumam disponibilizar ajuda, por isso, não há desculpas para entregar errado ou fora do prazo.

Caso tenhas encontrado um erro, podes entrar em contacto comigo. Isto é um artigo educacional e não pode ser considerado como conselhos de um Contabilista.

O que todos os investidores devem saber

Antes de passar à parte onde vou te explicar sobre como declarar os investimentos que falei aqui no blog, ao longo destes últimos anos, existem várias coisas que deves ficar a saber:

👨‍🚀 👨‍🚀

  1. Só é obrigatório declarar as ações depois de as vender. Por exemplo, se compraste ações em 2020 ou noutro ano, mas ainda não vendeste, não precisas de declarar. Só precisas de declarar, se vendeste as ações em 2020. Mesmo que tenha sido só uma ação.
  2. As mais-valias obtidas na Bolsa de Valores e em outros investimentos são taxados a 28%. Esta é a taxa os rendimentos obtidos em 2020, no entanto poderá mudar no futuro.
  3. Quando recebes dividendos, a corretora retém na fonte o imposto e deves declarar segundo a dica #6. Ao contrário das mais-valias, é retirado aos dividendos a percentagem equivalente aos impostos no país de origem da empresa, no entanto, pode nem sempre estar certo.
  4. Evita a Dupla Tributação. Se tens ações dos EUA e recebes dividendos, a corretora só deve reter o imposto dos EUA (de 15%). Se a corretora reter mais, houve dupla tributação. Portugal tem acordo com os EUA e outros países, para evitar que os investidores paguem impostos duas vezes. Se a corretora cobrar 2x o imposto (dupla tributação) e não reembolsar o imposto pago a mais, tens de pedir um crédito fiscal e preencher o formulário W8-BEN para não ser duplamente taxado novamente.
  5. Não é necessário declarar mais-valias ou menos-valias obtidas com criptomoedas. Segundo a informação disponível, se a tua profissão não é ganhar dinheiro com criptomoedas, mas um passatempo, não és obrigado declarar, pelo menos no IRS 2020. Pode ser que esta lei mude para o IRS 2021.
  6. É obrigatório declarar ganhos / perdas, quer o dinheiro continue na corretora ou seja transferido para o Banco. É indiferente onde está o dinheiro, se houveram ganhos ou perdas têm de ser declarados.

Estas são as cinco coisas mais importantes e simples que deves saber. Se na tua opinião deve aparecer aqui mais alguma coisa, diz-me, para que possa atualizar, pois todos os anos são introduzidas novas mudanças.

🏆 Conhece o Melhor Programa para Encontrar e Analisar Ações! 🏆

Antes de passar para as dicas sobre o IRS 2020, tens de saber isto.

A maior parte das pessoas não sabe mas, antes de 2011, ou seja, os “tempos de ouro” da Bolsa de Valores Portuguesa, o imposto sobre os ganhos era de 0% (em vez dos 28% atuais), se o investidor tivesse comprado essa ação há mais de 1 ano. Essa era a condição e é a principal razão porque na declaração de IRS aparece o mês de compra e o mês de venda.

🔴 #0. Antes de preencher a Declaração de IRS…

Primeiro que tudo, antes de começar a preencher a declaração de IRS, adicionar novos anexos e preencher as tabelas com os dados pedidos, deves iniciar por obter uma declaração pré-preenchida. Não só vai poupar tempo, como vai preencher vários campos com a informação que as finanças têm gravado.

Preencher Declaração IRS

Depois de verificar que todas as informações da Autoridade Tributária estão certas, é tempo de começar a adicionar anexos e preencher as tabelas respetidas, com os ganhos e perdas obtidas com os vários tipos de investimento.

✅ #1. Como declarar os lucros e perdas na Bolsa (Ações e ETFs), na corretora DEGIRO e noutras corretoras localizadas fora de Portugal?

A DEGIRO não tem sede fiscal em Portugal, logo é considerado como Rendimento Obtido no estrangeiro por residentes em Portugal e tens que usar o Anexo J.

Explicação do Anexo J

Não faças confusão com o que existe na Internet, porque está errado. Tem vários sites e fóruns com esta informação errada. A DEGIRO não tem NIF nacional. Tem autorização da CMVM para funcionar em Portugal, mas a sua sede fiscal é na Holanda.

Comprar ações de uma empresa Portuguesa através da DEGIRO, não faz com que o rendimento obtido seja em Portugal. Esta é a confusão mais comum!

As mais-valias ou menos-valias com ações obtidas na DEGIRO ou outra Corretora de Bolsa sem sede fiscal em Portugal devem ser declaradas na tabela 9.2A do Quadro 9 do Anexo J com o Código G01 – Alienações de ações / partes sociais.

Atenção. Só tens que declarar as ações vendidas no ano passado, ou seja, em 2020. É indiferente se o dinheiro continua na corretora, foi transferido para a tua conta bancária ou reinvestido. Se as ações foram vendidas, tens de declarar! As ações que não foram vendidas, não é necessário declarar.

Os ETFs também são declarados desta maneira.

Como já tinha revelado em 2019, para tornar mais complicada e absurda a declaração dos ganhos e perdas na Bolsa, a Autoridade Tributária decidiu adicionar o campo País da Contraparte. A corretora DEGIRO tem essa informação, na página Transações, mas a maior parte das corretoras não tem.

País da Contraparte na DEGIRO

Quer uses a corretora DEGIRO ou não, no campo País da Contraparte, opta por colocar o país da Bolsa em que estão cotadas as ações. Por exemplo, se foram ações cotadas numa das Bolsas dos EUA, deves escolher 840 – Estados Unidos da América.

É uma informação absurda, porque se na página de transações aparecer IM – Outro cliente da DEGIRO, nesse caso vais colocar o quê? O país do outro cliente?

Coloca o país da Bolsa. Não inventes.

Com o Relatório de 2020 da DEGIRO (ou da Corretora estrangeira usada) tens acesso a toda a informação necessária para preencher a tabela 9.2A do Quadro 9 do Anexo J. Tens que usar o Código G01 – Alienações de ações / partes sociais.

Como fazer o IRS para a Bolsa de Valores

Como fiz centenas de transações e até day trading, em alguns casos, optei por juntar todas as transações por cada Bolsa e colocar o valor no início e no fim do ano.

Como fazer o IRS para a Bolsa de Valores Day Trading

Se não preencheste desta maneira, fica a saber que até à data final de entrega do IRS podes sempre entregar uma nova declaração que substitui a anterior.

✅ ✅

✅ #2. Como declarar os lucros e perdas na Bolsa (ações e etfs), numa corretora portuguesa ?

Se usas uma corretora de Bolsa com sede fiscal em Portugal, como a XTB, a GoBulling, o Banco Best, o BIG ou outras corretoras, nesse caso deves usar a Tabela 9 do Quadro 9 do Anexo G.

Os ETFs também são declarados desta maneira.

Com o Documento da Corretora consegues preencher a Tabela 9. Tens que usar o código “G01 – Ações“. O NIF da corretora é indicado no Documento. Na imagem abaixo tens uma explicação e um exemplo.

Como fazer o IRS para a Bolsa de Valores com uma corretora Portuguesa

✅ #3. Como declarar mais-valias e menos-valias do Forex e CFDs?

Declarar as mais-valias ou menos-valias de forex, CFDs de ações, CFDs e outros instrumentos financeiros derivados é fácil. É só copiar-e-colar o valor que a corretora enviou no Documento ou PDF com o Relatório de 2020 ou no caso da corretora não enviar um documento, entras na tua conta e vais ao histórico de posições fechadas e escolhes mostrar de 1 de janeiro de 2020 a 31 de dezembro de 2020.

Resultados financeiros de 2020

Tem em atenção, para não cometer um erro muito comum.

Se a corretora é de 🇵🇹 Portugal, tens de preencher o Quadro 13 do Anexo G. Se for uma corretora estrangeira, tens de preencher o Quadro 9.2B do Anexo J – Rendimentos Obtidos no Estrangeiro.

💵 💵

Vou usar o exemplo que usei o ano passado, que foi para a XTB Portugal, uma corretora com sede fiscal em Portugal. Para os CFDs seleciono o código “G51 – Operações relativas a instrumentos financeiros derivados”. No país da contraparte, deves selecionar onde está a sede fiscal da corretora.

Tabela 13 do Anexo G do IRS 2017

Caso o relatório acima, que mostra um ganho de +222€ fosse do Etoro ou de outra corretora estrangeira, tinhas de preencher Quadro 9.2B do Anexo J – Rendimentos Obtidos no Estrangeiro, como mostra a imagem abaixo. No País da Contraparte colocas Portugal, porque és tu a contraparte em cfds e tens de usar o código G30 – Operações relativas a instrumentos financeiros derivados.

Como declarar instrumentos financeiros derivados ao usar corretora estrangeira

No vídeo abaixo, podes ver como conseguir o Extrato de conta no Etoro:

✅ #4. Como declarar mais-valias e menos-valias de plataformas de crowdfunding?

Se investiste nas plataformas de financiamento coletivo que falei aqui no blog, como a Raize, Housers, Mintos ou Bondora, esta parte é para ti.

A boa notícia, é que os investimentos na Raize não precisam de ser declarados no IRS. A plataforma já faz a retenção dos 28% de imposto.

Para a Housers, Mintos ou Bondora, tens que preencher o Anexo J, a parte de 8. Rendimentos Capitais (Categoria E), porque são rendimentos obtidos fora de Portugal.

Vou te dar o exemplo da Housers, mas para as outras plataformas de financiamento coletivo funciona da mesma maneira, a diferença está na localização no documento com os ganhos. Alguns sites têm disponível o PDF, enquanto outros sites pode estar disponível apenas online. Em primeiro lugar, tens que aceder à página de Documentos e relatórios na tua conta Housers e selecionar a informação fiscal para o ano 2020.

Declaração IRS Housers - como declarar os ganhos na Housers no IRS

Vais ser redirecionado para a página abaixo. Nesta página podes fazer download do PDF com todos os detalhes necessários para preencher a Tabela 8A do Anexo J. Faz download do PDF e guarda, para se precisares no futuro, possas ter à mão.

Declaração IRS Housers - como declarar os ganhos na Housers no IRS

No PDF que fizeste download, vai aparecer todos os projetos que pagaram rendimentos em 2020, quais foram os teus ganhos, as comissões pagas à Housers e o imposto retido. O PDF semelhante ao da imagem abaixo, inclui todos os projetos.

Declaração IRS Housers - como declarar os ganhos na Housers no IRS

No site das finanças, tens que adicionar o Anexo J – Rendimentos Obtidos no Estrangeiro. No anexo J, tens que adicionar na Tabela 8A o rendimento total obtido por país. Ou seja, se tens 5 projetos de Espanha, tens de fazer as contas e adicionar o total de rendimento bruto e o total de impostos retido. Como tenho projetos de 🇪🇸 Espanha e 🇮🇹 Itália, coloquei uma linha para Espanha e outra para Itália.

O código rendimento que usei foi o E21 – Juros sem retenção em Portugal, no campo País da Fonte tens de usar o País da empresa por detrás do projeto. Por exemplo, para o projeto Campo de Ourique (Lisboa) mostrado acima, foi usada uma empresa com base em Espanha.

Declaração IRS para crowdfunding

Sempre que houver retenção de imposto, deves indicar na coluna Imposto Pago no Estrangeiro.

🚀 🚀

Para a Mintos, Bondora e outras plataformas de financiamento coletivo sem sede fiscal em Portugal, usei o código rendimento E21 – Juros sem retenção em Portugal. Foi desta forma que declarei este ano, todos os meus rendimentos obtidos com plataformas de financiamento coletivo, que falei no blog.

Para os contribuintes que estão no primeiro e segundo Escalão do IRS, compensa fazer o Englobamento para recuperar uma pequena parte dos 28% de imposto retido.

Como em 2020 diminui o meu investimento em P2P ou até cancelei o auto-invest em muitos sites, por agora só estou a receber rendimentos antigos ou de empréstimos em recuperação.

✅ #5. Como declarar lucros / perdas das criptomoedas?

Os investidores que ganharam dinheiro a comprar e vender criptomoedas em 2020, não têm de declarar no IRS e não é necessário pagar impostos sob os lucros. Este ano não houve qualquer mudança em relação ao ano passado, mas pode ser que em 2021 a lei mude. É válido para o bitcoin, ethereum, litecoin, etc. Todas as criptomoedas.

Os ganhos com criptomoedas só são tributados se a tua profissão for investir em criptomoedas ou fazer trading. Nesse caso, tens atividade profissional ou empresarial aberta e és tributado em IRS (na categoria B, a dos recibos verdes).

✅ #6. Como Declarar Dividendos?

A tributação dos dividendos recebidos através de corretoras com sede no estrangeiro, obedece ás regras dos países onde estão localizadas.

Se tens ações nacionais, que pagam dividendos, mas não foi retido o imposto (de 28%), tens de declarar no Quadro 4A do Anexo E – Rendimentos de Capitais. Caso tenha sido retido o imposto em Portugal, mas queres fazer o Englobamento de dividendos, então tens de preencher o Quadro 4B do Anexo E.

Para declarar dividendos de ações estrangeiras, deves usar o Quadro 8A do Anexo J – Rendimentos Obtidos no Estrangeiro. Deves usar os códigos E10 ou E11, consoante tenha havido retenção ou não.

Como declarar dividendos

Se investes nas Bolsas de Valores dos 🇺🇸 EUA, é importante preencher o formulário W8-BEN, para evitar a dupla tributação.

✅ #7. Aplicações de Pagamentos (Revolut, N26, etc)

Quem usa aplicações de pagamento como a N26, Bung ou o Openbank, tem de declarar ao preencher o IRS se abriu conta em 2020 ou já tinha conta. Como estão registadas como instituições bancárias em Portugal, é obrigatório declarar no Quadro 11 do Anexo J. Tens de identificar o IBAN e BIC.

Contas de Depósito abertas no Estrangeiro

Se tens uma conta Revolut, Monese, Transferwise ou Paypal, podes ficar descansado. Não é obrigatório declarar no IRS, mas poderá ser que seja necessário declarar a conta Revolut no futuro.

✅ #8. Como Declarar o meu PPR (Plano Poupança Reforma)?

Uma das maneiras de pagar menos IRS todos os anos é precisamente fazer um PPR, porque permite deduzir até 400 euros. É um ótimo truque de finanças pessoais, que todas as pessoas deveriam usar, mas simplesmente ignoram.

Se és uma daquelas pessoas que ainda continua a preferir manter parte do dinheiro aplicado em Depósitos a Prazo, Certificados de Aforro e outros produtos de poupança, os PPR podem ser uma boa maneira de diversificar e pagar menos impostos.

Para que vejas o potencial dos PPR, antes de explicar como declarar, é importante que saibas como funciona:

  • Até aos 35 anos, podes deduzir até 400 euros, desde que apliques 2.000 euros no PPR, nesse ano;
  • Entre os 35 e os 50 anos, podes deduzir no máximo até 350 euros, desde que apliques 1.750 euros;
  • A partir dos 50 anos, podes deduzir até 300 euros, desde que apliques 1.500 euros.

Se ainda não tens um PPR, talvez seja tempo de pensar em ter um para pagar menos IRS e criar um pé de meia para o futuro. Tem um duplo benefício a longo prazo.

Para declarar PPR, tens de adicionar o Anexo H – Benefícios fiscais e Deduções à declaração de IRS.

Como Declarar PPR no IRS

Tens de ir até à opção 6 – Deduções à Coleta e preencher a tabela 6B. Na tabela tens de escolher o código 601 e preencher com o montante aplicado no PPR e o NIF onde está alocado o teu PPR.

Como Declarar PPR no IRS

Como a maior parte das entidades que disponibilizam PPRs são portuguesas, só tens de preencher o NIF Português na Entidade Gestora Donatária. Caso tenhas optado por seguir os passos da dica #0, para a obtenção de uma declaração pré-preenchida, o mais certo é que os campos já tenham os detalhes do teu PPR.

✅ #9. Como Declarar Ganhos e Perdas em Opções de Ações e ETFs?

Se durante o ano de 2020 negociaste opções de ações ou ETFs e usaste uma corretora estrangeira, tens de ter em atenção que os ganhos ou perdas provenientes de negociar opções têm de ser declarados no Anexo J – Rendimentos Obtidos no Estrangeiro.

Isto é sobre opções de ações e ETFs. Não é sobre opções binárias.

Na tabela 9.2B do Anexo J, tens de declarar em cada linha os ganhos ou perdas obtidas com a negociação de opções, por cada corretora usada para negociar este instrumento financeiro. Tens de escolher o código G30 – Operações relativas a instrumentos financeiros derivados (entre os quais, opções, futuros…).

Como declarar opções de ações e etfs no IRS

No País da Fonte, deves escolher a sede da corretora e no País da Contraparte a localização da Bolsa de Valores, que na maior dos casos será Estados Unidos. Por exemplo, para a corretora Tastyworks o País da Fonte é EUA 🇺🇸, mas já para a Interactive Brokers em 2020 é Reino Unido 🇬🇧.

✅ #10. Englobamento – Devo optar ou não?

Não é necessário declarar os juros dos Depósitos a Prazo, juros dos investimentos na Raize e os Dividendos, no entanto, para quem está no escalão 1 do IRS (até 7.091€ de rendimento colectável) ou no escalão 2 (entre 7.091€ a 10.700€) compensa-o fazer. Em vez dos 28%, vais pagar apenas 14,5% ou 23%, respetivamente. Ou seja, vais receber o reembolso da diferença.

Tabela escalões IRS 2020

Como a maior parte dos investidores não está nesta situação, não vou mostrar como o fazer, mas na Internet poderás encontrar vários exemplos.

Bons investimentos!

DISCLAIMER: Este conteúdo foi publicado para fins educacionais. Pode conter vários erros. Não pode ser considerado como aconselhamento ou uma recomendação.

Em caso de dúvidas, deves consultar um Contabilista!

41 Comentários

Artur

Abril 18, 2021

Excelente artigo como sempre. Obrigado.

Tenho no entanto uma dúvida. Para quem tem muitas transações de bolsa US não pode fazer o agrupamento usando o relatório da Degiro. As razões são as seguintes:
– Os valores de transações diferem geralmente do registado na conta. Este facto advém de que os relatórios são produzidos com ferramentas de reporting que fazem alguns arredondamentos.
– O relatório contempla as vendas mas não as compras
– O relatório menciona as mais valias e as menos valias, sendo que o diferencial entre dois valores será obviamente igual ao apuramento na declaração IRS

A minha ideia é usar o dados das transações com base no ficheiro de cálculo que mantenho mas depois terei que martelar alguns valores (coisa mínima) para que os ganhos seja iguais aos do relatório da Degiro (que penso ser enviado à AT)

Alguma ideia sobre isto?

Cumprimentos,

Responder

Adriano Lopes

Abril 18, 2021

Olá Artur,

Obrigado.

É possível somar todos os ganhos e perdas obtidos, para depois encontrar o valor a colocar na Aquisição e Realização.

Se o total dos ganhos e perdas foi negativo, basta subtrair ao valor do saldo no fim do ano. Se for positivo, basta somar. A AT não quer saber o saldo exato da conta, apenas os ganhos ou perdas, por isso, desde que a diferença entre o início e o fim do ano esteja certo, é indiferente.

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

Francisco Brígido

Abril 18, 2021

Olá Adriano. Obrigado pela preciosa ajuda e síntese que faz.
A dúvida que eu tenho, é de como declarar a menos valia que vem no relatório anual da degiro, relativa ao fundo de tesouraria que antes existia e que agora não existe mais. É um valor irrisório, 3€ no meu caso, mas como vem lá no relatório, à partida devia ser no código G20 do quadro 9.2 do anexo J. Tentei colocar valor de realização = 0€ e de aquisição = 3€, mas não aceitou. Não sei se não considere ou se há uma forma específica de declarar …

Responder

Adriano Lopes

Abril 18, 2021

Olá Francisco,

De todo os códigos, o G20 é o mais indicado para o efeito. Se a perda foi de -3€, colocar na realização = 1€ e na aquisição = 4€ deve resolver.

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

Antonio ferreira

Abril 18, 2021

Boas, só uma duvida, ações PEUGEOT detidas e vendidas pela CGD qual o país da contra parte, França ou Portugal?

Responder

Adriano Lopes

Abril 18, 2021

Olá António,

Como está explicado no artigo, o País da Contra Parte é o país da Bolsa, que neste caso é França.

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

Sérgio Branco

Abril 18, 2021

Olá,
Recebi Dividendos Nacionais através da Degiro a corretora reteve 35% na fonte, para declarar os dividendos como faço?
Obrigado

Responder

Adriano Lopes

Abril 20, 2021

Olá Sérgio,

Está explicado na dica #06. No quadro deve ser introduzido o imposto de 28% (normal) retido e o imposto extra retido pela DEGIRO. Através do IRS é recebido o crédito de imposto, com o imposto pago a mais.

Bons investimentos!

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

Maria Beatriz

Abril 19, 2021

Olá Adriano,

Excelente artigo, obrigada pela excelente ajuda e pela tua partilha de informação, que me tem sido bastante preciosa, neste mundo que parece tão complicado e explicado por ti, afinal parece tão simples.
Ainda fiquei com uma dúvida, espero que me possas ajudar:
tenho 2 investimentos na Housers e tive cobrança de comissões, não devo declarar também as perdas? No teu artigo não falaste das comissões que a plataforma cobra. estive a analisar o resumo da plataforma que postaste e a declaração e observei que também não declaraste as comissões que pagaste: ex: no investimento: La Bodadilha Village tiveste uma cobrança de comissão de valor 0.46€.
Não sei se me fiz entender!
Obrigada,

Responder

Adriano Lopes

Abril 20, 2021

Olá Maria Beatriz,

Desde já obrigado.

Não é possível declarar perdas. Infelizmente, as comissões cobradas pela Housers também não contam.

Bons investimentos!

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

Norberto

Abril 19, 2021

Olá Adriano,
Obrigado pelo artigo.

Tenho várias dúvidas relativamente a comissões e câmbios.

No caso de comissões, por exemplo na DEGIRO tem comissão no momento da aquisição e no momento da realização. Se adquirir ações em 2020 e não as vender, a comissão de aquisição só a poderei declarar juntamente com a venda, que pode ser nos anos seguintes?
Outra situação é adquirir por exemplo 4 ações com comissão de 0,51. Depois vendo 2 ações com comissão de 0,51. Na venda considero a proporção (neste caso de 1/2) da comissão da aquisição?

A outra duvida é em relação a câmbios e também comissões em corretoras com USD como Revolut ou eToro. Pode haver comissões de câmbios quando compramos USD ou quando levantamos dinheiro da corretora e nem corresponde a datas de compra/venda das ações. Podemos de alguma forma deduzir estas comissões?
Relativamente aos câmbios a utilizar para calculo da mais valia, do que pesquisei parece que o correto é utilizar o cambio EUR/USD na data de compra e o cambio USD/EUR na data de realização.

No caso de CFDs em USD, qual a data de cambio?

Responder

Carlos Alberto

Abril 20, 2021

Olá já tinha encontrado várias vezes este teu artigo muito esclarecedor. Ainda bem que fizeste outro.Mas tenho uma dúvida a venda de fundos imobiliarios por exemplo do black Rock através de um banco português em que não foi descontado qualquer valor de imposto na venda onde se declara?
Os dividendos já são tributados. Mas as vendas de up não o foram.
Obrigado

Responder

Lino Meneses

Abril 21, 2021

Bom dia Adriano.
Desde já , muito obrigado pelo excelente artigo.
Apercebi-me que há quem defenda, que mesmo que a corretora tenha sede fiscal em Portugal, desde que o fundo de investimento / ETF seja sediado no estrangeiro, o anexo a preencher seria sempre o anexo J e não o G, com o país da contraparte a ser Portugal, o país da corretora.
Fica a questão.
Um abraço e obrigado.

Responder

Adriano Lopes

Abril 21, 2021

Olá Lino,

É uma dúvida que tem suscitado entre muitos investidores, mas na minha opinião essa tabela é para ações (nacionais ou estrangeiras) compradas em corretoras com sede fiscal em Portugal.

O NIF do emitente que pede na tabela só pode ser o da corretora e o campo comissões é o custo que o investidor incorreu ao comprar e vender as ações. Não faz sentido usar o NIF da empresa e colocar as comissões cobradas, já que a empresa (da ação) não cobra comissões.

Usando o modo de pensamento, em que só as ações nacionais são declaradas no Anexo G, no caso do investidor usar a DEGIRO, apesar da corretora aceitar clientes de Portugal, não tem NIF Português.

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

Miguel Calado

Abril 22, 2021

Olá Adriano,

Antes de mais obrigado por esta tremenda ajuda. Após ver tantas recomendações ao teu post do IRS de 2019 foi ótimo ver que ias atualizar a informação.
Este é o meu primeiro ano com ações e tenho uma questão logo no ponto 1.

Dando um exemplo real, na minha relação de ganho e perdas por produto na DEGIRO, tenho a TESLA com -81,42 € e 1,90 € de comissões. Nem por nada consigo chegar a estas contas. Comprei e vendi algumas vezes durante o ano, e ainda por cima houve o stock-split…. não consigo chegar a estes números, mesmo tentando ir pelo FIFO.
Pelo que percebi, o importante é o que a diferença entre a realização e aquisição que colocamos na tabela 9.2. vá de encontro ao valor do ganho ou da perda apresentado no relatório, certo?
Seria então correto colocar na realização o último valor a que vendi (1.218,31 €) e na aquisição incorporar os 81,42 € das perdas (ficando 1.299,70 €).
Ainda que o valor seja pequeno, as comissões também não me dão igual.

Deixo aqui um print das minhas transações caso permita ilustrar melhor.
https://pasteboard.co/JYw20wG.png

Muito obrigado!

Responder

Carla Silva

Abril 23, 2021

Bom dia, um senhor em um grupo, recomendou-me este blog.
Eu tinha uma dúvida sobre como declarar acções americanas, e de facto fiquei elucidada.
No entanto reparei que em acções portuguesas comparadas atravez do BPI eu tenho é que meter o NIF do banco e não da empresa de quem compro as acções. É isto?

Responder

Leonardo Napoleão

Abril 24, 2021

Obrigado pela explicação!
Está aqui um excelente guia!

Para declarar dividendos de ações estrangeiras, deve-se usar o Quadro 8A do Anexo J – Rendimentos Obtidos no Estrangeiro. Que país coloco na contraparte, tendo em conta que os dividendos são provenientes de vários ETF em várias bolsas (Amsterdão, Milão, Paris)? Isto tudo, através da DEGIRO

Responder

Fred

Abril 24, 2021

Olá Adriano,

Obrigado pelo excelente artigo. Sabes como posso declarar os ganhos devido a bonus de afiliados?

Obrigado

Responder

Maria Carvalho

Abril 25, 2021

Boa tarde,

Será que alguém me pode ajudar?

No ano de 2020 efectuei várias compras e vendas de acções utilizando um Revolut. Practicamente todas as vendas geraram mais valias, no entanto analisando esses mesmos resultados em EUR ou USD as coisas são um bocadinho diferentes dada a taxa cambial no momento de compra vs momento de venda.
As minhas dúvidas são as seguintes:
-Devo declarar e compra e a venda em EUR com a respectiva taxa cambial de cada instante? Declarar a compra e venda referenciada ao mesmo instante (compra ou venda)? Taxa do último dia do ano? Posso escolher a que me é mais benéfica?
A segunda dúvida é,
-Apesar de já ter vendido e declarado, continuo com o montante em USD na minha conta à espera de uma melhor altura para converter para EUR. Quando o fizer tenho de declarar algo? é considerado FOREX?

Muito obrigada!

Responder

Nuno Leão

Abril 25, 2021

Olá Adriano,

Excelente artigo. Ainda assim tenho as seguintes dúvidas.
A título de exemplo considere-se o seguinte caso.
Em Janeiro de 2020 converti 1000EUR que tinha na Degiro para USD (digamos 1150USD).
Comprei ações na totalidade do dinheiro convertido e vendi essas ações por 1250USD mantendo-os em USD (nas transações da degiro aparece 1100€ na venda). Em Dezembro
de 2020 converto os 1250USD para EUR e dá-me 900EUR. O que vai acontecer? É que não irei eu pagar mais valias sobre 1100-1000 = 100EUR? No entanto, no final fiquei com 900EUR.
Esta pergunta também vai no seguimento do relatório da anual da DEGIRO, em que nenhum dos valores das mais/menos valias em USD dá igual aos valores em EUR das vendas-compras retirados do histórico de transações deles. Terão usado outros valores de taxa de câmbio para o relatório anual?

Cumprimentos

Responder

Nuno Leão

Abril 26, 2021

Olá Adriano,

Muito bom o artigo. No entanto tenho umas dúvidas quanto ao seguinte.
A titulo de exemplo vamos considerar que em Janeiro de 2020 converti 1000EUR que tinha na Degiro para USD (digamos 1150USD). Comprei ações na totalidade do dinheiro convertido e vendi essas ações por 1250USD mantendo-os em USD (nas transações da degiro aparece 1100€ na venda). Em Dezembro de 2020 converto os 1250USD para EUR e dá-me 900EUR. O que vai acontecer? É que não irei eu pagar mais valias sobre 1100-1000=100EUR de mais valias? No entanto, no final fiquei com 900EUR.

Outra situação é que no relatório da DEGIRO as mais/menos valias (em EUR) de ações americanas são diferentes dos valores que obtenho da venda – compra nas respetivas datas. A que se deve isto e como deverei reportar no IRS estas transações?

Obrigado.
CUmprimentos

Responder

Vasco Rocha

Abril 27, 2021

Olá Adriano,

Excelente artigo com compilação de muita informação que está sempre demasiado espalhada pela internet. Obrigado pelo teu trabalho informativo.
Tenho uma questão com três pontos para colocar e agradeço desde já a tua atenção:
1- tenho dividendos recebidos em 2020 (na Degiro) de ações nacionais e estrangeiras. Acontece que, num caso, alguns dividendos de ações nacionais (que penso que deveriam estar sujeitos a 28% de imposto), foram recebidos com retenção na fonte equivalente a 35% . O que estarei a fazer mal para que o imposto com retenção na Degiro seja mais alto do que o suposto?
2- Noutra situação, dividendos de ações estrangeiras (Bélgica) sofreram 30% de retenção de imposto. O que me aconselharias a fazer?
3- Dividendos de ações norteamericanas sofreram 15% de retenção na fonte.
4- Dividendos de outras ações/ETFs não sofreram qualquer retenção na fonte.
-> A minha pergunta final é: devo declarar todos estes dividendos, das 4 situações expostas acima, no meu IRS ? Não terei dupla tributação nos casos em que já houve alguma (ou demasiada) retenção?
Obrigado.
Cumprimentos

Responder

Adriano Lopes

Abril 30, 2021

Olá Vasco,

Desde já obrigado.

Aqui vai a resposta ás perguntas:

1. Ao declarar os dividendos, as ações em que houve um pagamento duplo do imposto, as finanças geram um crédito de imposto.
2 e 3. Se houver imposto pago a mais, é emitido um crédito de imposto.
4. Quando não houve retenção de imposto, é pago no IRS. Deve ser declarado.

Todos os dividendos devem ser declarados e vai ser feito o encontro de contas entre todos os dividendos.

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

Artur Pereira

Abril 28, 2021

Boa tarde Adriano,

Mais uma vez obrigado por esta preciosa ajuda.
Contudo parece que as dúvidas nunca desaparecem. Eu uso a Degiro e comprei/vendi acções nas bolsas americanas, francesa, holandesa e portuguesa. Usando o relatório anual da DeGiro, o que penso fazer é o seguinte:
1º) somar as mais-valias/menos valias por bolsa
2º) somar o valor total das vendas por bolsa
3º) Subtraindo ao valor total das vendas o valor das mais/menos valias obtenho o valor de compra
4º) Ao preencher o IRS uso uma linha para cada bolsa com os valores obtidos.

Estou a pensar bem?

Responder

Adriano Lopes

Abril 30, 2021

Olá Artur,

Se as ações foram compradas e vendidas em 2020, é possível colocar uma linha por Bolsa, caso contrário vão ser necessárias mais linhas.

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

Artur Pereira

Maio 1, 2021

Mas o fisco não quer saber quando compramos as acções. Só lhe interessa saber quando as vendemos e quanto ganhamos com a venda.
Eu estava a pensar pôr como mês de compra Jan/20 e mês de venda Dez/20.

Estou correcto?

Responder

Adriano Lopes

Maio 2, 2021

Olá Artur,

A data de compra aparece porque há muitos anos atrás o imposto era de 0% se a diferença entre a data de compra e venda fosse superior a 1 ano.

Eu coloco janeiro 2020 a dezembro 2020 nas contas em que não mantenho ações de um ano para o outro.

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

Teresa

Maio 11, 2021

Boa tarde,

é possível apenas declarar a conta / nib da Degiro mesmo sem ter feito movimentos no ano passado?

Obrigada!

Responder

Adriano Lopes

Maio 12, 2021

Olá Teresa,

Se não houve vendas de ações ou dividendos, não é necessário declarar.

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

João Oliveira

Maio 12, 2021

#4. Como declarar mais-valias e menos-valias de plataformas de crowdfunding?

Obrigado pela excelente informação, dando-se o exemplo de registo dos investimentos na Housers.

Ficou-me uma dúvida em relação como fazer o registo de juros e retenção do imposto em projetos em Portugal, como Madeiras Villas, pois julgo que já não será no Anexo J.

É possível dar alguma informação sobre como fazer esse registo?

Responder

João Silva

Maio 15, 2021

Obrigado por este excelente artigo.

Tenho dúvidas relativamente a uns pequenos investimentos que fiz há alguns anos na plataforma Seedrs. A Seedrs permite investir em startups e ficas com ações (mas a empresa não é valorizada na bolsa e eu não sou bem o dono das ações – é a Seedrs).

Por exemplo, eu investi na empresa portuguesa Agroop e tenho um certificado que diz: “This certifies that João Silva is the beneficial owner of 4 Ordinary Share(s) of Eagroop – Consultoria e Desenvolvimento de Solucoes Tecnologicas Para o Sector Agroindustrial LDA, a limited company formed under the laws of Portugal with registration No. 513199420.” No fim do documento diz: “Seedrs Nominees Limited, the legal owner of the shares represented by this certificate, is a limited company formed under the laws of England & Wales with registration No. 08756825. Its registered office is at Churchill House, 142-146 Old Street, London EC1V 9BW”.

Eu diria que se enquadra na lógica de lucros e perdas na Bolsa (ações e etfs), ainda que as ações não existem em bolsa, fazendo com que só seja necessário declarar quando e se efetuar uma venda (ou se obtiverem dividendos).

Investigando o site da Seedrs nem sequer consigo obter informação facilmente, existindo uma área referente a “Tax documents”, que existe apenas para investimentos em empresas britânicas para fins de descontos (SEIS and EIS investments).

Sei que não é uma plataforma abordada aqui, mas um dos fundadores é Portguês e por isso vai recebendo alguma cobertura mediática em Portugal por isso acredito que não sou o único com dúvidas.

Obrigado,
João Silva

Responder

Nuno Pereira

Maio 18, 2021

Olá Adriano,
Obrigado pelo artigo, está bastante esclarecedor e é um grande ajuda.
Tenho apenas uma dúvida em relação á housers, para além dos projetos em espanha e italia também tenho alguns em Portugal, como faço para declarar estes?

Obrigado

Responder

João da Luz

Maio 30, 2021

Olá Adriano,
Obrigado pela informação pois está a servir d ajuda no IRS 2020. Ainda estou ás voltas com a Interactive Brokers pois é este o meu primeiro ano no IRS com eles. A migração deles foi feita após 31 de Dezembro 2020 do Uk para a Irlanda por causa do Brexit e acho que a data dos reports …tá aqui a falhar qq coisa.
De todas as maneiras queria apenas alertar que pelo mapa de preenchimento que recebo todos os anos do Carregosa no anexo J quadro 9.2A o País da Fonte é o país das ações e não da corretora e o País da contra parte é o 620 pois o Carregosa é tuga.
Certamente não fará diferença nas contas, mas quis apenas partilhar.
Bom forum, vou seguir.
João Luz

Responder

Adriano Lopes

Junho 8, 2021

Olá João,

Desde já obrigado.

Também passei pela mesma situação, porque na transição do brexit a Interactive Brokers criou uma nova conta semanas antes do fim do ano. Para aceder aos reports da conta, é necessário selecionar a conta antiga e gerar os dados de janeiro a dezembro 2020.

Em relação ao País da Fonte e País da Contraparte existe uma confusão por parte das corretoras e das finanças.

No fim não vai diferença se o investidor não fizer transações em muitas bolsas.

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

Pedro Pinto

Junho 1, 2021

Boas Adriano
Antes de mais, obrigado pelo teu artigo.
Este ano é a primeira vez que tenho de declarar dividendos de duas empresas nacionais que recebi através da degiro. A minha taxa de irs é a dos 28,5% devo englobar isto ou opto pelo não englobamento?
Quanto à dica 6, neste caso é o 4A ou 4B?

Responder

Adriano Lopes

Junho 8, 2021

Bom dia Pedro,

Desde já obrigado.

Ao englobar os dividendos, vai ser cobrado +0,5% sobre o valor recebido em dividendos.~

Para englobamento é o 4B, caso contrário é o 4A.

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

Hugo Fernandes

Junho 7, 2021

Olá Adriano,

Parabéns e obrigado pelo artigo! Esclarecedor como sempre.

Cumprimentos
H Fernandes

Responder

Ricardo

Junho 11, 2021

Olá Adriano,

Declarei no IRS deste ano dividendos de açoes Americanas utilizando a DEGIRO.
Preenchi o anexo J, quadro 8A da seguinte forma:
Código rendimento:E11
Pais da fonte: 840
Rendimento Bruto
Imposto pago no estrangeiro (no país da fonte): 15% retido pela DEGIRO

Na demonstração de liquidação da Autoridade Tributária reparo que foi retido 28% de imposto. Não deveria ter sido apenas 13%?
Faltou preencher algum dos campos ou é erro da Autoridade Tributária?
Obrigado.

Cumprimentos

Responder

Jose

Junho 20, 2021

Boas pessoal,
Nos anos 2019 e 2020 estupidamente meti-me no forex na bdswiss (fui enganado pelo falsos gurus do forex), tendo perdido dinheiro em ambos os anos. No ano passado ainda reportei as menos-valias de 2019, mas agora este ano já não vou declarar as menos-valias: primeiro pq descobri que a bdswiss afinal era um fraude, tendo acabado por me fechar a conta, não podendo, sequer, saber quanto ao certo perdi e, segundo, tenho vergonha de ter acreditado nos tais gurus do forex e de ter perdido o que perdi, portanto, se o fisco não souber essas perdas, para mim tanto melhor. Espero não vir a ter que reportar isso, até pq, repito, já nem consigo entrar na minha conta da bdswiss, visto que foi fechada.
Apenas irei declarar as minhas menos-valias do etoro.

Responder

Adriano Lopes

Junho 22, 2021

Olá José,

Como foram perdas em forex, não deverão haver problemas, no entanto, compensa sempre declarar perdas, porque abate nos lucros obtidos noutras contas de trading.

Mesmo com a atividade encerrada em Portugal, a BDSwiss tem de entregar aos seus clientes um relatório com os ganhos/perdas do ano anterior.

Cumprimentos,
Adriano Lopes

Responder

BDSwiss

Junho 23, 2021

Olá Jose, se você precisar de quaisquer detalhes de sua conta BDSwiss, pode entrar em contato conosco [email protected] e nossa equipe terá o prazer em fornecer as informações de que você precisa.
Tenha um ótimo dia!
A Equipe BDSwiss

Responder

Deixar comentário